Say that again

Não adoram chegar a um restaurante para almoçar, olharem para o Menu, escolherem um prato, chamarem o empregado e, quando estão para abrir a boca e dizer "Quero um bacalhau à lagareiro, por favor", o rapaz (ou rapariga), invariavelmente mais novo que vocês, dizer antes que tenham hipótese de balbuciar qualquer coisa: "Diga Jovem..." ?

Quer-se dizer, eu já nem com a barba imponho um "não me diga Diga Jovem" a gajos mais novos que eu?

Eu até tolero o "treuze" e o "quaise" amiúde (amiúde é uma palavra que gosto de utilizar amiúde), só para não me sentir picuinhas...

E outra é o:

- Por favor, queria um café.

- Queria, ou quer?

- Tem razão, queria, porque a partir deste momento vou querê-lo noutro sítio!

Queria, se fizer o favor! Daí o queria... É por uma questão de respeito, não é por não saber qual o tempo verbal certo... É condicional: Queria, se houver... Queria, se fizer o favor... Queria, se me permitir...

Se me irritam gajos engraçadinhos com a mania que são espertos...

3 Response to "Say that again"

  1. JoanaDurans Says:

    A minha melhor foi um pica no comboio, a quem eu pedi um bilhete de ida e volta, ao que ele me responde "ida e volta ou volta e ida?"... e mais não digo...

  2. m. Says:

    e no vai que não volta, vai-se a ver e acontece-me amiúde.

  3. Juanna Says:

    Looool! Eu continuo a gostar do "diga menina" e quanto ao "queria e já não quer" é um nervoso!